Bio

Quem é Raissa Fayet?

Cantora, compositora, atriz e ativista, Raissa Fayet manifesta a arte como agente de cura, conexão e política. Versatilidade é sua marca: faz trompete de boca, beatbox, faz loop e toca violão, além de compor a maior parte das músicas que interpreta. Sua pesquisa musical flutua passando pela cultura popular brasileira, através de suas vivências com etnias indígenas e quilombolas, até as músicas nômades ciganas, tuaregs, africanas, com groove,  suingue. Suas letras falam sobre espiritualidade, fé, conexão com a natureza, cura, amor, de uma forma política e essencial. 

 

Sua história na música

Em 2015, por intermédio de Christian Lohr (tecladista de Joss Stone, produtor de artistas internacionais como Mick Jagger e Sting), gravou com Gregor Meyle uma versão bossa nova da música “HeuteNacht”, sucesso. no iTunes que resultou na participação de Raissa na tour de Gregor. O duo, em português e alemão, tem arranjo de cordas e a participação de músicos renomados, como Antônio Sánchez, autorda trilha do premiado filme “Birdman”. No mesmo ano, ganhou o prêmio demelhor letra no Festival Botucanto, em Botucatu (SP), com a música “Lavar a Louça”. 

Em fevereiro de 2016, foi selecionada como um dos talentos da América Latina para participar do Red Bull Music Academy Bass Camp, junto com Russo Passapusso, representando o Brasil na edição que ocorreu no Chile.

Em 2017, lançou o mini-documentário e o single “São Jorge”. Gravado durante o XIII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, o audiovisual narra a jornada criativa do disco “RÁ”, lançado nesse mesmo ano. Em julho, Raissa participou do Encontro de Culturas pela segunda vez, sendo destaque no palco principal ao lado de grandes nomes da música brasileira.

Entre 2017 e 2018, apresentou o show “RÁ” em diversos festivais do Brasil, incluindo Semana Internacional da Música (SIM-SP, 2017), Festival Psicodália (SC, 2018), Festival Internacional da Música do Sul (FIMS-PR, 2018) e Rio Creative Conference (Rio2C, 2018). Em 2018, foi escolhida para participar do Núcleo de Música do SESI-PR, sob a orientação dos curadores Isaac Chueke, Vadeco Schettini e Alexandre Kassin. Também foi convidada a participar de rodas de conversas e bate-papos sobre Música como Tecnologia Social e Ambiental (Paiol Digital, 2019), “Do It Yourself” (Women Music Event - Festival Subtropikal, 2017) e Gestão de Carreira (Festival Sonora, 2017).

No início de 2019, Raíssa entrou em estúdio para gravar a trilogia “Zóiuda”, produzida por Guilherme Kastrup (produtor dos discos “Deus é Mulher” e “A Mulher do Fim do Mundo”, de Elza Soares,). O EP será lançado no segundo semestre deste ano e conta com participações de Russo Passapusso e Bixiga 70.

 

Contato
Informações

 

Raissa Fayet
info@raissafayet.com

 

Gerenciamento

 

Victoria Lins
contato@cadainstante.com.br

 

Assessoria

Leticia Tie
leticiatie@gmail.com

Faça parte da nossa rede